quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

POEMETO SEM LUZ


 

POEMETO SEM LUZ

 

Hoje é só mais um dia

em que encontrei a rosa fechada,

o sol apagado,

 a lua de ressaca,

e os versos pelo avesso.

 

Basilina Pereira

2 comentários:

Clau Assi Poesias disse...

Tuas poesia me ecantam, Basilina.

beijo terurento

Clau Assi

Basilina disse...

Obrigada, amiga Clau, vc é muito especial e a admiriação é recíproca. Saudades.