quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

OUTRO BRILHO


OUTRO BRILHO







Tentei reter o instante


que me vi no teu olhar,


mas querer não foi bastante:


ele seguiu, sem parar.






Se o tempo ido não volta,


que faço deste momento,


prendo com laço de solda


junto com meu sentimento?






Ou procuro entre as estrelas


outro brilho diferente?


Com tantas lembranças belas,


posso, sim, viver contente.

Basilina Pereira



2 comentários:

www.angel.rose disse...

Maravilhosa
poesia
bjs
Rose Nakamura

saninha disse...

Oi querida!suas poesias são lidas!vc esta de parábens por sempre ter palavras sábias nos momentos certos da vida da gente!!bjus de luz no seu coração!!!mais uma vez parábens!adoro cada poesia que vc escreve,sou sua admiradora,tenha certeza disso!!bjus da sua amiga juciana.