sexta-feira, 26 de agosto de 2016

O BEIJO



O BEIJO

É preciso poesia para falar de amor.
O corpo recebe a seiva da fruta,
navega em seu perfume, abraça suas cores,
mas é o que vibra por dentro
que capta toda a dimensão do oceano e transcende.
No suor das palavras que se arriscam,
o prêmio poderá vir de uma gota
que desprendeu do paraíso
e ungiu dois lábios no êxtase de um beijo.

Basilina Pereira

Um comentário:

Clau Assi Poesias disse...

Boa noite!!

Passando para colher energias boas!! Muito bom estar aqui.


Beijo ternurento
Clau Assi