quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

O DESENHO


O DESENHO

Já se ouve o estouro de alguns fogos
e os lampejos preliminares desenham surpresas no céu.
A hora avança e a ansiedade abre suas asas:
sempre ela, a esperança de malas prontas
para embarcar no primeiro minuto, da primeira hora,
que abrirá a contagem do próximo ano.
O que nos aguarda? Dias melhores?
Paz, amor, sucesso? É o que todos queremos.
Que venha então 2015,
com a nuance que lhe tiver sido destinada
e que estejamos prontos para recebê-lo
com o coração aberto para o novo.
A vida é, sim, uma tela de lavores
onde cada ponto se sustenta na coragem
de que precisamos para avançar
e escolher as cores certas
para o desenho que nos for destinado.

Basilina Pereira

2 comentários:

Clau Assi Poesias disse...

Janeiro!!
Passando pra desejar que o ano seja de muita poesia e brisa.

Beijo ternurento
Clau Assi

Basilina disse...

Obrigada, Clau. Sempre gentil e atenciosa. Meu abraço ternurento.