segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

POEMETO DE LUZ II


POEMETO DE LUZ II

Corais, anêmonas, cantai!
que o tempo ainda vige
e a noite conserva o brilho do sol.
As cores permanecem morenas
e os homens ainda se apaixonam.
Cantai, que o mundo é sábio...
Vem o verão
e derrete os fantasmas
e conserva as pétalas
e proclama o império
da luz, em um sorriso.

Basilina Pereira

2 comentários:

Clau Assi Poesias disse...

Aproveitando a tarde de domingo para passear por aqui e me reabastecer de poesia, que me tornará forte a semana toda.

Beijo ternurento
Clau Assi

Basilina disse...

Obrigada, minha querida. Um grande beijo.