segunda-feira, 9 de março de 2009

A MULHER QUE SOU
Descrevo a mulher que sou: versátil, fecunda, fluida... não sei bem por onde vou, mas sigo a trilha dos druidas. Falo a linguagem do amor neste terraço do mundo se encontro miséria e dor acelero e vou mais fundo. Sempre tem dias de chuva e de assobio no escuro, mas quem tem mão salva a luva, sonho atrevido é futuro. Nado em audácia e leveza com charme de lua cheia, tem mistérios, com certeza, o que me corre nas veias. Mas como toda mulher sou força que para o vento quem foca o alvo e o quer vai além do pensamento. Basilina Pereira

2 comentários:

ANTHERO disse...

Amiga poetisa,estive visitando teu blog,cada obras uma mais linda do que a outra e como eu sou um apaixonado,romântico e vejo na mulher a perfeição de Deus,coloquei esta poesia em meu blog.Espero que aproves.Sady Mac

http://buscandosonhos.com.br/a-mulher-que-sou.html

Amanda disse...

ÁDOREI SEUS POEMAS. VC ESTA DE PARABENS,
SÃO LINDOS..
BJS..